Você decide…

decisionA Bíblia nos fala de um jovem rico que se aproximou de Jesus para lhe perguntar como poderia herdar a vida eterna. Porém, Jesus para provar o seu coração e a sua fé, lhe pediu que vendesse tudo o que possuía e que o desse aos pobres. Porém, o jovem rico não quis, lhe deu as costas ao Senhor Jesus e se foi muito triste.

 

“E eis que alguém, aproximando-se, lhe perguntou: Mestre, o que farei eu de bom, para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me perguntas acerca do que é bom? Bom só existe um. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. E ele lhe perguntou: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho; honra teu pai e a tua mãe e amarás o teu próximo como a ti mesmo. Replicou-lhe o jovem: Tudo isso tenho observado desde minha infância; que me falta ainda? Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me. Tendo, porém, o jovem ouvido esta palavra, retirou-se triste, por ser dono de muitas propriedades. Então, disse Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no reino dos céus.”

(Mateus 19:16-23)

 

Aquele jovem rico se considerava perfeito, pois vivia corretamente e guardava os mandamentos, mas ele não quis renunciar, não teve fé para sacrificar e portanto não conquistou sua salvação. O Senhor Jesus não desejava deixá-lo pobre, muito pelo contrário, o que Ele queria era provar a sua fé, e lhe dar muito mais do que ele tinha, materialmente e sobretudo a vida eterna.

 

Outro caso, completamente o diferente foi o de Zaqueu, ele era um cobrador de impostos que tinha se enriquecido defraudando as pessoas, ele era um ladrão, mas Zaqueu acreditou nas Palavras do Senhor Jesus. E quando Jesus esteve na sua casa, prontamente, Zaqueu ficou de pé e se comprometeu a dar a metade dos seus bens aos pobres.

 

” E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando.E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico.E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a um sicômoro brava para o ver; porque havia de passar por ali.E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa.E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente.E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador.E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão. Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.”

(Lucas 19:1-10).

 

Zaqueu renunciou a tudo, porque creu. Portanto, Jesus lhe disse que a salvação tinha chegado para ele e sua família. Por isso Jesus o chamou filho de Abraão. Zaqueu fez como Abraão, sacrificou tudo de si, agiu na fé de Abraão e conquistou.

 

Podemos observar nestes dois exemplos que, o primeiro,que se considerava justo, perfeito e que não era um pecador, terminou se perdendo. O outro era Zaqueu, que era um ladrão, mas se arrependeu, decidiu sacrificar, manifestou a fé e conquistou. O sacrifício é o que faz a diferença, é o que demostra diante de Deus a fé de cada um, é o que chama a atenção de Dele para a pessoa.

 

Você pode ser uma pessoa justa, crente, correta, etc. Mas, se você não age a sua fé, de nenhuma maneira poderá conquistar e a sua vida não vai mudar, como foi o caso do jovem rico. Porém, mesmo que você seja um pecador, mas se arrepende, manifesta a fé e busca a Deus, a resposta será uma mudança de vida, como aconteceu com Zaqueu. A oportunidade é dada por Deus para todos, mas depende da decisão de cada um.

Deus lhe abençoe.

 

Deixe uma resposta