Humildade de espírito

humildadDeus ouve o clamor de quem clama e responde pela Sua graça e misericórdia. Quando a pessoa se humilha diante de Deus, reconhecendo os nossos erros e confessando os nossos pecados, então Deus coloca sobre nós a sua misericórdia e vem sobre nós. Porém, quando existe arrogância e orgulho, Deus não pode abençoar, pois, tales pessoas se consideram muito justas.

 

O Senhor Jesus numa ocasião referiu uma parábola acerca do fariseu e o publicano na qual os dois subiram a orar ao templo. Os fariseus eram os religiosos daquela época, tinham muito conhecimento acerca da Palavra de Deus, eram considerados justos diante dos homens, enquanto os publicanos eram considerados pecadores e ladrões.

 

Quando os dois subiram a orar, o fariseu se considerava melhor e perfeito diante de Deus, enquanto o publicano pedia perdão a Deus por todos os seus pecados (Lucas 18:9-14). O Senhor Jesus disse que aquele publicano foi mais justo que o fariseu. Porque aquele que se humilhou, procurou a Presença de Deus, rasgou o seu coração e a causa disto foi justificado. Enquanto na vida do fariseu não aconteceu nada.

 

O que torna possível a resposta de Deus na vida duma pessoa, é se humilhar diante d’Ele, reconhecendo os pecados e faltas, porque está escrito:

“E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado” (Mateus 23:12)

 

Quando a pessoa se considera superior aos demais, isto impede que Deus aja na vida dela, mas se a pessoa reconhece que também ela tem pecados, erros e se humilha diante de Deus, reconhecendo que precisa a ajuda d’Ele, o Espírito Santo verá sobre a vida dessa pessoa e fará uma obra grande nela.

 

Que Deus os abençoe.

Bispo Paulo Roberto

Deixe uma resposta