A fé e a tentação

fe-y-tentacion

 

 

 

 

 

 

 

A tentação é uma das experiências mais frequentes e comum; todos os seres humanos, incluindo o Senhor Jesus, temos sido assaltados por incitações sutis e tendenciosas.

 

Ninguém está livre de investidas do inimigo. Às vezes, quanto mais firmes nos encontramos mais próximos de cair estamos. Não podemos descuidar a guarda.

 

O perigo é tanto que o apóstolo Pedro alerta, dizendo: “Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;  ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo” 1 Pedro 5:8,9.

 

Quem se sentiria tranquilo sendo ameaçado por um leão? Na noite das negociações, quando o apóstolo Pedro fez a Jesus as mais atrevidas promessas de lealdade, o Senhor lhe revelou algo que nunca esqueceu este discípulo: “Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos peneirar como trigo” Lucas 22:31.

 

Três vezes encontramos o verbo peneirar na Bíblia; as duas primeiras em Isaías 30:28 e Amós 9:9; e se refere a ação de terrível juízo divino com a que as nações serão filtradas por Deus; a terceira é a que mostramos, o momento crítico que em Getsêmani viveram os apóstolos, naquela terrível “hora das trevas”, quando todas as forças malignas do inferno se mobilizaram aos discípulos de Jesus.

 

O filtro da tentação! Como nos sentimos debilitados na fé quando passamos por ele! Então ainda os mais firmes como Pedro vacilam e até chegam a cair. Não, não podemos confiar em nós mesmos; necessitamos renovar diariamente nossas energias espirituais. Muito solenemente, o apóstolo Paulo nos diz: “Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!” 1 Coríntios 10:12.

Deixe uma resposta