Em um buraco profundo

 

Red and yellow tunnel leading to the rotating light. May symbolise way to heaven after death, clinical death, escape, exit, freedom, psychedelic vision or some frame from the SF movie.

Um grupo de sapos viajavam pela floresta e, de repente, dois delas caíram num buraco profundo. Todos os demais sapos se reuniram ao redor do buraco.

 

Quando viram quão profundo era o buraco, disseram aos que estavam no buraco que, para efeitos práticos, deviam se considerar mortos.

 

Os dois sapos não prestaram atenção aos comentários dos seus amigos e continuaram tentando saltar para sair do buraco, com todas as suas forças. Os demais insistiam que os seus esforços eram inúteis.

 

Finalmente um dos sapos ouviu o que os demais diziam e se rendeu. Se jogou no chão e morreu. O outro sapo continuou saltando tão forte como podia. De novo os demais sapos disseram que deixara de sofrer e melhor se preparasse para a morte. Porém, o sapo saltou cada vez com mais força até que finalmente saiu do buraco.

 

Quando saiu, os outros sapos lhe perguntaram: “Você não ouviu o que nós dizíamos?”

 

O sapo explicou então que era surdo. Por isso pensou que os demais estavam o animando a se esforçar mais para sair do buraco.

 

Reflexão

 

  1. A língua tem poder de vida e morte. Uma palavra de alento compartilhada com alguém que se sente desanimado lhe pode ajudar a se levantar e até salvar a sua vida.
  2. Uma palavra destrutiva a alguém, não edifica nem ao receptor.
  3. A terceira e a mais importante é que se você não salta e supera os problemas não poderá sair do buraco.
  4. Se ambos sapos tivessem tratado de sair do buraco, tiveram saído os dois com sucesso e mais rápido.

 

Vamos nos dispor a não nos deixarmos vencer pelas palavras negativas que falam os demais.