O anúncio

ValorUm jovem se acercou ao mestre na procura dum pouco de sossego:

-Mestre- lhe disse ao velho- eu me sinto inseguro, nada me resulta como eu desejo. Todos me dizem que sou um tonto e que eu não servo para nada. Somente me criticam, sem valorar o que eu faço. Poderia me ajudar?

 

Agora eu não posso garoto – respondeu o velho- tenho os meus próprios problemas. Melhor você me ajuda a vender este anel.

 

O garoto recebeu o anel de má vontade pensando que uma vez mais as suas carências passariam a um segundo plano.

 

-Escuta- disse de novo o velho- vai ao mercado e oferece, mas de jeito nenhum venda ele por menos de uma moeda de ouro.

 

O jovem ofereceu o anel a muitas pessoas. A maioria o desdenhava com desprezo, uns poucos riram, e quase nenhum mostrou interes.

 

Alguém lhe ofereceu duas moedas de prata e um candelabro de bronze, o qual representava menos da metade do que o mestre queria.

 

O garoto chegou a conclusão do que o velho estava louco, e que essa grande quantia que ele pedia unicamente poderia ser o resultado de um alto valor emocional.

 

Deixando de lado estes razoamentos, o jovem persistiu fazendo o melhor para ajudar ao velho, não obstante a tarefa lhe parecia cada vez mais difícil.

Desanimado, decidiu retornar e contar ao velho o acontecido.

 

Eu fiz o possível, mas ainda os que pareciam mais experientes não ofereciam uma quantia nem próxima ao que o senhor pede- contou o jovem.

 

Talvez você esteja no certo. Tal vez eu não conheço o seu verdadeiro valor –respondeu o mestre- porque você não leva o anel com o joalheiro e mostra para ele? Não o venda por nenhuma quantia, somente me conta o que ele pensa.

 

Protestando pela teimosia do velho, o jovem levou o anel ao joalheiro. Após de observá-lo detalhadamente um tempo, o homem lhe diz:

Esta é uma verdadeira jóia. Diz ao mestre que eu lhe ofereço 58 moedas de ouro, na realidade pode custar até 70, mas se ele quer vender, esta é a minha oferta.

 

Quando o garoto, entusiasmado, contou para o mestre, este com tranqüilidade respondeu:

-Você é como uma jóia valiosa. Se você se sente mal não é porque os demais não valoram você, mas porque você mesmo não se valora o suficiente.

 

Deixe uma resposta